Parece que seu navegador está desatualizado.

Para a sua comodidade e segurança é importante manter seu navegador sempre atualizado com as versões mais recentes. Selecione abaixo o navegador que você utiliza para atualizá-lo agora mesmo e visualizar o conteúdo deste site corretamente:

IE FIREFOX CHROME OPERA SAFARI
Acesso Cliente

Blog

Fundação Beco Castelo Beco Castelo

Alto padrão Beco: Fundação


Mesmo que você não seja tão familiarizado com os elementos que envolvem uma obra de construção civil, muito provavelmente já ouviu falar no termo “fundação”. A fundação se refere à parte da construção capaz de suportar o peso e manter a estrutura toda nivelada, seja uma casa ou um edifício. Por isso, na hora de adquirir um imóvel, é fundamental se informar sobre como a construtora conduziu este processo.



PORQUE É IMPORTANTE SABER?
Uma fundação mal projetada interfere em toda a estrutura do empreendimento e pode trazer consequências graves, entre elas:


portas e janelas que saem do alinhamento;

piso inclinado;

rachaduras entre o piso e a parede ou entre o piso e o teto;

grandes rachaduras inclinadas na parede.


ENTENDA COMO A BECO CASTELO TRABALHA EM RELAÇÃO À FUNDAÇÃO

Fundação Beco Castelo

A fundação é mais um ponto de destaque do alto padrão Beco. A empresa realiza o Teste de Integridade das Estacas, também conhecido como PIT (Pile Integrity Test), em todas as suas obras. No Brasil, a norma 6122/96, que se refere ao projeto e execução de fundações, recomenda que as obras com estacas escavadas sejam submetidas a ensaios de integridade.


Funciona da seguinte forma: a partir de avaliações de qualidade em relação às fundações profundas, a metodologia PIT é capaz de detectar falhas ocorridas no processo de execução das estacas. O uso do teste é mais comum em estacas moldadas in loco, mas também pode ser aplicado em estacas pré-moldadas.


No caso das estacas moldadas in loco, elas podem ser prejudicadas quando há, por exemplo, contaminação do concreto com a água e o solo. Já em relação às estacas pré-moldadas, os danos podem surgir no momento da cravação, em decorrência da geração de tensões. Em ambas as situações (moldadas in loco ou pré-moldadas) existe também o risco da fundação profunda ser prejudicada após a execução, devido ao tráfego pesado no canteiro de obras ou, então, movimentação do terreno.


De todo modo, um dos principais pontos positivos desse teste é a possibilidade de colocar à prova todo o estaqueamento de uma obra em um curto período de tempo. Para se ter ideia, é possível em um dia de trabalho realizar mais de 50 ensaios. Essa agilidade contribui muito para que os demais serviços no canteiro de obras continuem andando.



BASICAMENTE, O TESTE DE INTEGRIDADE DAS ESTACAS É FEITO DESTA FORMA:


a cabeça da estaca é preparada e instrumentada com a instalação de acelerômetro de alta sensibilidade;

é dado um golpe com um martelo manual, fazendo com que uma onda percorra toda a estaca;

as reflexões dessa onda são monitoradas e armazenadas no acelerômetro;

um profissional qualificado analisa os sinais coletados e consegue identificar a qualidade da concretagem, além de possíveis danos e a localização deles.


Percebeu o quanto a preocupação com a fundação de uma obra tem impacto na qualidade final de um empreendimento? Aqui na Beco Castelo levamos muito a sério o Teste de Integridade das Estacas, pois sabemos que ele é fundamental para garantir a confiabilidade das nossas fundações e sustentação dos edifícios.


Essa mesma preocupação também está presente na qualidade da areia utilizada durante as construções. Aproveite para conferir nosso artigo sobre o assunto.

Publicada em Abril de 2019
Informe seus dados abaixo e entraremos em contato com você por telefone, das 9h às 20h. Caso esteja fora deste horário de atendimento, deixe sua mensagem através do formulário de contato, que retornaremos o mais breve possível.